ANI - Promoção do Programa Quadro 

Horizonte 2020

PME - Apoio a Pequenas e Médias Empresas

O Horizonte 2020 pretende incentivar e apoiar a participação das PME de uma forma integrada em todos os objetivos específicos.
Espera-se que esta abordagem integrada tenha como resultado que cerca de 20% do orçamento seja consagrado às PME.

Além da participação em todos os projetos em colaboração o Horizonte 2020 inclui medidas específicas para as PME como foi inicialmente o SME Instrument que evoluiu para o Accelerator integrado no Piloto do European Innovation Council. Ainda com o objectivo de fortalecer o ecossistema existem medidas de apoio à implementação de um sistema de inovação.

SME Instrument (2014-2019)

O SME instrument, representou uma nova abordagem ao apoio das atividades de inovação das PME, teve como objectivo atrair mais PME ao Horizonte 2020, fornecer apoio a uma larga gama de atividades de inovação e ajudar a aumentar o impacto económico dos resultados dos projetos, pela sua abordagem focada nas necessidades internas da empresa e na sua orientação para o mercado. Foi um instrumento essencialmente mono-beneficiário e exclusivo para PME.

O SME instrument teve como objectivo apoiar PME com ideias de negócio disruptivas e com potencial de escalarem a nível global. Este instrumento era composto por 3 fases distintas, embora interligadas, e um esquema de coaching e mentoring para os beneficiários.

Fase 1: Viabilidade tecnológica, técnica e económica;
Fase 2: Projeto de inovação;
Fase 3: Comercialização.

A Fase 1 terminou em julho de 2019 e a Fase 2 teve a última data em junho de 2019.

Acelerador do Conselho Europeu de Inovação (EIC) (2019 – 2020)

O Piloto do Acelerador do Conselho Europeu de Inovação (EIC) pretende endereçar a lacuna que existe no financiamento de PME para o desenvolvimento de ideias inovadoras de alto potencial, mas de alto risco. O Piloto do Acelerador do Conselho Europeu de Inovação (EIC) disponibiliza apoio personalizado às PMEs que têm idéias inovadoras com alto potencial de mercado. Pretende também ser um teste para o modelo de apoio À inovação a desenvolver no próximo programa quadro – O Horizonte Europa.

O Piloto do Acelerador do Conselho Europeu de Inovação (EIC) pretende combinar num só instrumento, subvenções (grants) e capital (equity) – blended finance para apoio a PME de dimensão Europeia, que não conseguem encontrar financiamento no mercado devido a serem de elevado risco. Tem como alvo PME altamente inovadoras, que demonstrem uma forte ambição de crescer e internacionalizar, de qualquer área do setor de tecnologia ou de negócios.

Promover a capacidade de inovação das PME (2014 – 2020)

Existirem ainda atividades de apoio à execução que complementam as medidas específicas a favor das PME em todo o PQ Horizonte 2020 e que serão nomeadamente apoiadas com vista a promover a capacidade de inovação das PME. As organizações intermediárias que representam grupos de PME inovadoras serão convidadas a desenvolver atividades de inovação transsetoriais e transregionais com PME que tenham competências que se reforcem mutuamente, com vista a desenvolver novas cadeias de valor industrial.

Apoiar a inovação orientada para o mercado (2014 – 2020)

Finalmente, será prestado apoio especializado à inovação (por exemplo: exploração dos direitos de propriedade intelectual, redes de entidades adjudicantes, apoio a serviços de transferência de tecnologias, conceção estratégica) e a análises de políticas públicas relacionadas com a inovação.

Ver oportunidades
de financiamento
NCP
-
Cristina Gouveia
+351 935 017 830
Participação PT
-

  Total : 46 participações

  Total : 4,73 M€ ( 2,15% )