ANI - Promoção do Programa Quadro 

Horizonte 2020

Espaço

Orçamento: 1,50 mil milhoes EUR (2014 - 2020)

As atividades de pesquisa espacial enquadram-se, no H2020, no Pilar II (Liderança Industrial).

O tema Espaço vem contribuir para o reforço da liderança e da competitividade industrial Europeia e as suas atividades são realizadas em conjunto com as atividades de investigação espacial dos Estados-Membros (EM) e da Agência Espacial Europeia (ESA) com o objetivo de construir uma complementaridade efetiva entre os diferentes atores.

Objetivos específicos do tema Espaço

  • Promover as flagships EU na área: o European Global Navigation Satellite System (EGNSS), o European Geostationary Navigation Overlay Service (EGNOS) e programa Copernicus, e o programa Space Surveillance and Tracking (SST);
  • Assegurar apoio a uma quinta prioridade, o Governmental Satellite Communications (GovSatcom) em conjunto com a Agência Europeia da Defesa (EDA), a Comissão EU, a ESA e os European External Action Services (EEAS).
  • Assegurar a competitividade europeia, a autonomia e a inovação europeias em atividades espaciais através de:
    • Salvaguarda da indústria espacial e de uma comunidade de investigação competitivas,
    • Incentivo à inovação entre sectores espaciais e não espaciais;
  • Permitir avanços em tecnologias espaciais assegurando a ampla utilização dos dados espaciais de missões europeias atuais ou futuras e nos domínios científico, público e comercial;
  • Promover a investigação europeia para apoio a parcerias internacionais no domínio do espaço.

Oportunidades/benefícios para as Empresas (PME incluídas)

As prioridades de investigação e inovação no domínio espacial no Horizonte 2020 estão em consonância com as prioridades da Política Espacial da União Europeia definidas na estratégia espacial para a Europa.
A política EU para o espaço aborda os temas mais quentes da Europa de hoje tais como o combate às alterações climáticas, a estimulação da inovação tecnológica e o benefício socioeconómico dos seus cidadãos. Tecnologias espaciais são hoje parte integrante do nosso quotidiano e os programas espaciais EU possuem já uma infraestrutura bem estabelecida. Assim, torna-se agora de importância maior o foco num mercado que integre cada vez mais novas tecnologias espaciais ou inovação com dados do espaço de forma a promover uma maior adoção destes dados e tecnologias. Assim, com esta viragem para o mercado as oportunidades para PMEs e empresas são vastas e a participação das mesmas nesta área é dominante.

Ver oportunidades
de financiamento
NCP
-
Ana Sutcliffe
+351 935 024 531
Participação PT
-

  Total : 59 participações

  Total : 18,98 M€ ( 1,94% )