ANI - Promoção do Programa Quadro 

Horizonte 2020

FCH - Iniciativa Conjunta para Hidrogénio e Pilhas de Combustível

Orçamento: 0,70 mil milhões EUR (2014 – 2020)

O objetivo geral da continuação da Iniciativa Conjunta Pilhas de Combustível e Hidrogénio (PCH), no âmbito do Programa-Quadro Horizonte 2020, é contribuir para a execução, de uma forma otimizada, de um programa de investigação e inovação, a nível da UE, e o desenvolvimento, na União, de um setor sólido de pilhas de combustível e hidrogénio, sustentável e mundialmente competitivo.

É necessária uma iniciativa comum no domínio das pilhas de combustível e hidrogénio para:

  • enfrentar dois dos grandes desafios para a UE - garantir a segurança do aprovisionamento energético e estimular/manter a competitividade;
  • apoiar as políticas da UE em matéria de energia sustentável e transportes, alterações climáticas, ambiente e competitividade industrial, conforme consagrado na Estratégia Europa 2020 para o crescimento, e contribuir para a realização do objetivo abrangente da UE de crescimento inteligente, sustentável e inclusivo;
  • superar uma série de obstáculos à eficácia da investigação e inovação nesta área: riscos e custos elevados da I&D, geração de conhecimentos derivados e ineficiências do mercado. A indústria por si só não pode investir face a estes obstáculos, pelo que é necessário apoio público;
  • compensar a fragmentação dos programas dos Estados-Membros e desenvolver os necessários esforços transnacionais, trans-setoriais e coordenados a longo prazo e em larga escala;
  • ajudar a indústria a estabelecer uma agenda de investigação e inovação a longo prazo, a criar a necessária massa crítica, a exercer um efeito de alavanca no investimento privado, a proporcionar financiamento estável, a facilitar a partilha de conhecimentos e a reduzir os riscos, os custos e o tempo necessário para a colocação no mercado.

Atividades (linhas investigação e Inovação)

  • Reduzir o custo de produção de sistemas de pilhas de combustível a utilizar em aplicações nos transportes, aumentando simultaneamente a sua vida útil para níveis que sejam competitivos em relação a tecnologias convencionais;
  • Melhorar a eficiência elétrica e a durabilidade das diferentes pilhas de combustíveis utilizadas para a produção de energia, reduzindo simultaneamente os custos para níveis que sejam competitivos em relação a tecnologias convencionais;
  • Aumentar a eficiência energética da produção de hidrogénio a partir da eletrólise da água, reduzindo simultaneamente os custos de capital, de modo que a combinação do hidrogénio e do sistema de pilhas de combustível seja competitiva em relação às alternativas disponíveis no mercado;
  • Demonstrar a viabilidade em larga escala da utilização do hidrogénio como um meio de armazenamento de energia competitivo.

Oportunidades/benefícios para as Empresas (PME incluídas)

As principais realizações da presente Iniciativa Conjunta Pilhas de Combustível e Hidrogénio, até à data, consistem na criação de sólidas parcerias, um efeito de alavanca no financiamento público e privado e uma forte participação da indústria (em especial das PME). Além disso, a presente Iniciativa Conjunta Pilhas de Combustível e Hidrogénio gerou uma considerável carteira de projetos de importância estratégica. Realizaram-se progressos tecnológicos substanciais em aplicações tanto no domínio da energia como dos transportes. A introdução no mercado tem sido um sucesso no que diz respeito a algumas aplicações iniciais, como os empilhadores de garfo e pequenos geradores de reserva. Este sucesso incentivou também a indústria, os Estados Membros e a comunidade científica a afetarem uma maior quantidade dos seus recursos próprios.

NCP
-
Luís Maia
+351 930 400 380
Participação PT
-

  Total : 2 participações

  Total : 0,33 M€ ( 0,19% )